HISTÓRIA DE SUCESSO – SÍLVIO SANTOS

Não há um único brasileiro que não conheça Sílvio Santos: o apresentador do SBT está na TV há 57 anos. Ele começou na então TV Paulista, passando pela TV Globo, Rede Tupi e Rede Record, até fundar, no ano de 1981, o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). 

O início da carreira do ‘Homem do Baú’ foi como camelô, com 14 anos, ainda no Rio de Janeiro. Ele e o irmão mais novo, Leon (de quem era muito próximo) vendiam capinhas de plástico para títulos de eleitor. Porém, usavam a esperteza e só faziam isso durante os almoços dos guardas – em um intervalo de 45 minutos – evitando assim qualquer repressão que pudessem sofrer por estarem praticando o comércio ambulante.

Durante este período, Sílvio Santos já entrava no mundo da comunicação, ao ser convidado para fazer um teste na Rádio Guanabara para ser locutor: ele conseguiu passar em primeiro lugar, superando nomes como Chico Anysio. Porém, voltou a trabalhar como camelô, já que este trabalho era mais rentável que o de locutor.

Já aos 18 anos, ele foi convocado para servir na Escola de Paraquedistas, deixando de lado o trabalho de ambulante, e voltando a trabalhar como locutor nos dias de folga. Durante esse período, ele pegava a barca de trajeto para Paquetá e foi aí que ele teve a sua primeira ideia empreendedora: anunciar os produtos vendidos, como refrigerantes, em um alto-falante. Quem comprasse algo, ganhava uma cartela de bingo para concorrer a prêmios, o que foi um sucesso para os vendedores que trabalhavam nas barcas.

Aos 20 anos, Sílvio deixa o Rio de Janeiro para tentar a vida em São Paulo, mesmo sem ter referência de amigos, ou familiares na cidade e, até mesmo, sem um emprego – o que não foi um problema: ele conseguiu uma nova vaga como locutor de rádio, agora para a Rádio Nacional de São Paulo.  

O salário como locutor não era lá grandes coisas, mas com seus múltiplos talentos, Sílvio conseguia complementar sua renda: ele trabalhava também como corretor de anúncios e animador de shows de circo. Nessa mesma época, ele criou uma revista com palavras cruzadas, charadas e passatempos, que o próprio vendia nos comércios, a “Brincadeiras para Você”.

E parece que o destino de Sílvio Santos como animador já estava traçado, ao ser chamado por Manuel de Nóbrega para trabalhar em um programa de grande audiência na Rádio Nacional.

Manoel de Nóbrega também foi o responsável pelo começo do império de Sílvio Santos. Manoel não estava conseguindo administrar o Baú da Felicidade, que na época vendia carnês, que eram pagos pelos clientes para que, na época do Natal, uma caixa de brinquedos fosse entregue aos clientes. Nóbrega não estava conseguindo gerenciar a entrega das mercadorias, e pediu ajuda para Sílvio Santos. 

Sílvio assumiu o controle do Baú da Felicidade e, inovador como sempre, criou lojas onde as pessoas pudessem trocar os carnês pagos, não só por brinquedos, mas também por eletrodomésticos. Manoel da Nóbrega, então, entregou de vez o Baú da Felicidade para o amigo. E Sílvio Santos arranjou um jeito bem simples de fazer o negócio se tornar cada vez mais conhecido: ele divulgava o Baú da Felicidade no seu outro trabalho, o de animador de circo.

Em 1961, Sílvio Santos estreia seu primeiro programa na TV, chamado de “Vamos Brincar de Forca”, que foi um sucesso tão grande a ponto de Sílvio comprar duas horas de espaço na TV Paulista (atual Rede Globo) para apresentar um programa dominical, o famoso “Programa Sílvio Santos”. 

Após passar por outras emissoras e por algumas tentativas de obter a concessão de outros canais de TV, no final do ano de 1975, o homem do baú finalmente compra sua emissora de televisão, que começou suas atividades com 13.600 funcionários.

No ano seguinte, o empresário comprou 50% das ações da Record, fazendo com que o “Programa Sílvio Santos” fosse exibido ao mesmo tempo nas emissoras Tupi, Record e TVS. Em 1981 ele ganhou a concessão de quatro canais, que se tornaram o atual Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

E parece que Sílvio Santos sempre esteve fadado a fazer revolução: o “Programa Sílvio Santos”, que existe até hoje, entrou para o Guiness Book em 1993, com o feito de ser o programa mais duradouro da televisão brasileira, estando há 31 anos no ar.

O império de Sílvio Santos não se limita ao SBT. Ele também está associado à Jequiti e ao hotel Sofitel Jequitimar Guarujá, sendo um dos nomes listados pela Forbes como um dos bilionários do Brasil.

Com um carisma que conquista desde crianças até idosos, Sílvio Santos mostra a importância em ser flexível e confiar em si mesmo, colocando todas as ideias em prática. Elas podem se transformar em novos projetos, que crescem e ganham força, fazendo com que cada vez mais etapas sejam conquistadas! Ele é inspiração para todos nós da MAV J. com sua forma de empreender!

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Sugestão de leitura:
sobre

Nossa missão é ajudar empresas de pequeno a médio porte a usarem todo o seu potencial somado as ferramentas e possibilidades que o Marketing Digital oferece, buscando sempre potencializar a visibilidade da marca, crescimento e aumento nas vendas!

Newsletter

Assine nossa newsletter mensal para se manter atualizado:

Ao preencher meu e-mail estou ciente das Política de Privacidade e Termos de Uso